Home > Mobilidade Urbana > Metrô tem queda de 4 milhões de passageiros em um ano em São Paulo

Metrô tem queda de 4 milhões de passageiros em um ano em São Paulo

0
Compartilhamentos
Pinterest Google+ WhatsApp
Metrô tem queda de 4 milhões de passageiros em um ano em São Paulo

Plataforma da estação Sé tomada por passageiros. Foto: Paulo Pinto/Fotos Públicas (21/12/2015)

Entre janeiro e agosto deste ano, os trens do Metrô de São Paulo registraram uma queda de cerca de 4 milhões de passageiros na comparação com o mesmo período de 2015. Em um ano, a quantidade de usuários transportados caiu de R$ 739,5 milhões para R$ 735,6 milhões.

É o que aponta levantamento inédito feito pelo Fiquem Sabendo com base em dados da empresa obtidos por meio da Lei de Acesso à Informação.

Reportagem do Fiquem Sabendo publicada nesta segunda-feira (22) mostrou que a queda do número de passageiros no período foi ainda maior: de cerca de 9 milhões de usuários na comparação com 2015.

Por que isso é importante?

A Lei nº 12.587/2012, que institui as diretrizes da Política Nacional de Mobilidade Urbana, define, no seu art. 5º, inciso IV, como um dos princípios do transporte público “a eficiência, a eficácia e a efetividade” de quem presta esse serviço.

Essa mesma lei diz, no seu art. 14, inciso I, que é direito do usuário do Sistema Nacional de Mobilidade Urbana “receber o serviço adequado”.

Segundo essa lei, o Sistema Nacional de Mobilidade Urbana “é o conjunto organizado e coordenado dos modos de transporte, de serviços e de infraestruturas que garante os deslocamentos de pessoas e cargas no território do Município”.

Queda está diretamente relacionada à retração econômica vivida no país, afirma secretaria

Questionada sobre a queda dos passageiros transportados pela CPTM, em março deste ano, quando a reportagem comparou os dados de 2014 e 2015, a STM (Secretaria de Estado dos Transportes Metropolitanos) disse por meio de nota enviada por sua assessoria de imprensa que a redução de passageiras está diretamente relacionada à crise econômica viviva pelo país.

Leia, abaixo, a íntegra da nota que a secretaria enviou à reportagem.

“A Secretaria dos Transportes Metropolitanos (STM) informa que, de acordo com pesquisas já realizadas, a maioria dos ‘Motivos de Viagem’ realizadas por usuários do trem metropolitano ocorre por trabalho, negócios ou retorno à residência. Portanto, em 2015, a discreta redução de passageiros transportados pela CPTM está diretamente relacionada à retração da atividade econômica vivida pelo país.”

Comentários

comentários

Você também poderá gostar
Bom Retiro e Alto da Mooca são os bairros com menos roubos a residências em São Paulo
Bom Retiro e Alto da Mooca são os bairros com menos roubos a residências em São Paulo
Campo Belo é o campeão de furtos e roubos de casas em SP; o seu bairro está no ranking?
Campo Belo é o campeão de furtos e roubos a residências em São Paulo; o seu bairro está no ranking?
Número de famílias que recebem auxílio-aluguel mais que dobra em 4 anos em SP
Veja presença de criadouros de Aedes aegypti em todos os bairros de SP
Cachoeirinha tem índice de alerta para infestação por Aedes aegypti