Home > Segurança > Furtos de bagagens crescem 34% no aeroporto de Congonhas

Furtos de bagagens crescem 34% no aeroporto de Congonhas

1
Compartilhamentos
Pinterest Google+ WhatsApp
Furtos de bagagens crescem 34% no aeroporto de Congonhas

Saguão do aeroporto de Congonhas, na zona sul de São Paulo. Foto: Por Eugenio Hansen, OFS – Trabalho próprio pelo carregador, CC BY-SA 4.0, https://commons.wikimedia.org/w/index.php?curid=48115485

O número de furtos de bagagens no aeroporto de Congonhas, na zona sul de São Paulo, aumentou 34% (de 35 para 47 casos) entre 2015 e 2016. É o que aponta levantamento feito pelo Fiquem Sabendo com base em dados da Polícia Civil de São Paulo obtidos por meio da Lei de Acesso à Informação (veja no infográfico abaixo).

Furtos de bagagens crescem 34% no aeroporto de Congonhas

A Polícia Civil considera como furto de mala tanto os casos em que bagagem inteira é subtraída pelo criminoso quanto aqueles nos quais ela é aberta e objetos são furtados do seu interior. Esses números representam os boletins de ocorrência com históricos dessa natureza registrados no período.

Cumbica e Viracopos têm queda em estatística

Se em Congonhas a ação dos ladrões de bagagens de passageiros tem aumentado, nos outros dois grandes aeroportos do Estado, o de Cumbica, em Guarulhos, e o de Viracopos, em Campinas (93 km de SP), esse tipo de crime caiu em 2016 na comparação com o ano anterior.

De acordo com os dados oficiais tabulados pela Polícia Civil, em Cumbica, a quantidade de furtos de malas recuou de 174 para 132 casos oficialmente registrados, enquanto em Viracopos, a queda foi de 20 para 14 ocorrências contabilizadas.

Por que isso é importante?

Constituição Federal de 1988 prevê, em seu art. 144, que a segurança pública corresponde a um “dever do Estado” e um “direito e responsabilidade de todos” e que ela é exercida “para a preservação da ordem pública e da incolumidade das pessoas e do patrimônio”.

Código Penal (Decreto-Lei nº 2.848/1940) prevê, em seu art. 155, uma pena de reclusão de dois a quatro anos e multa para quem comete o crime de furto.

Se o crime é cometido por duas ou mais pessoas, a pena cominada é mais alta: reclusão de dois a oito anos e multa.

Quatro suspeitos foram presos em 2016, diz polícia

Procurada, a Secretaria de Estado da Segurança Pública disse em nota que a “Polícia Civil tua no combate aos furtos de bagagens no saguão do aeroporto de Congonhas”. De acordo com a pasta, “através das investigações foi possível, por exemplo, prender quatro suspeitos no ano passado pela prática desse crime”.  “Com relação ao aumento no número de furto de bagagens de 2015 para 2016, mencionado pela reportagem, é importante considerar que no ano de 2016 ocorreram dois grandes eventos esportivos no país, que além de elevar o fluxo de público flutuante, que já era de 56 mil pessoas, também acarretou mudança de perfil dos passageiros que circularam pelo local.”

Comentários

comentários

Você também poderá gostar
Passados 4 anos, Alckmin não cumpre promessa de zerar presos em delegacias
Quatro anos depois, Alckmin não cumpre promessa de zerar presos em delegacias de SP
Com lucro recorde, Sabesp aumenta em 0,79% investimento para conter vazamentos
Com lucro recorde, Sabesp aumenta em apenas 0,79% investimento para conter vazamentos
Gestão Doria diz não ter nenhum dado sobre panes em semáforos desde a sua posse
Gestão Doria diz não ter nenhum dado sobre panes em faróis desde a sua posse
Roubos de celulares não param de crescer em São Paulo
Roubos de celulares não param de crescer em São Paulo